Cartão convida usuário a responder pesquisa de satisfação

Friday, October 31, 2014


Com o intuito de aprimorar ainda mais o atendimento realizado no trecho sob concessão, a Triângulo do Sol adota um novo canal para estreitar o relacionamento com o Usuário e saber a sua opinião sobre a qualidade dos serviços prestados.
Nesta semana, a concessionária está iniciando a entrega de um cartão que convida os usuários das rodovias a responderem a pesquisa de satisfação online, acessando o site www.triangulodosol.com.br. Ao final do atendimento prestado, o colaborador responsável deverá preencher alguns dados no verso do cartão e o entregar ao Usuário, reforçando o conteúdo que consta na frente, que é o convite para ele participar da pesquisa com a sua opinião", explica a ouvidora Karina Domingos.
Os cartões serão entregues a todos quem forem atendidos nas rodovias em decorrência de diversos tipos de panes em seus veículos, exceto no caso de pane seca (ausência de combustível).
Outro método utilizado pela Triângulo do Sol para ouvir a opinião dos usuários quanto ao atendimento recebido nas rodovias é a pesquisa semanal realizada pelo Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC), por meio de contato telefônico. Alça disso, a concessionária conta também com a Ouvidoria na Via, pesquisa promovida durante a ação de segurança viária Caminhoneiro na Via para aferir o grau de satisfação dos motoristas quanto às condições da Rodovia Washington Luís (SP-310) e aos serviços prestados pela concessionária de modo geral.

Triângulo do Sol I AB Concessões
A concessionária Triângulo do Sol pertence à AB Concessões S/A, que nasceu da união do Grupo Italiano Atlantia (controlador) - um dos maiores em Concessões rodoviárias do mundo e do Grupo Bertin. Entre as principais companhias de concessão de rodovias do Brasil, a AB Concessões administra mais de 1.500 quilômetros de rodovias, sendo responsável pelas concessionárias paulistas Triângulo do Sol (100%), Rodovias das Colinas (100%) e Rodovias do Tietê (50%) e, no Estado de Minas Gerais, a Nascentes das Gerais (100%).

"