Concessionária leva óculos de embriaguez para motoristas da Citrosuco

Thursday, August 1, 2019


A AB Triângulo do Sol realizará, nos dias 5, 8 e 9 de agosto, das 10 às 12h e das 14h às 16h, ações de conscientização com óculos que simulam embriaguez para motoristas da empresa Citrosuco, em Matão. O objetivo é alertar sobre os riscos de dirigir embriagado e ressaltar a importância do bom comportamento no trânsito para evitar acidentes.

Por meio da simulação dos óculos, os participantes vão experimentar a sensação de embriaguez em dois níveis distintos enquanto realizam movimentos simples, como contornar cones sinalizadores, lançar bolinha ao cesto ou empilhar copos. Os efeitos sentidos serão de distorção visual, menor prontidão, tempo de reação reduzido, dentre outros.

Além desta experiência, serão oferecidos aos participantes, em parceria com a Artesp (Agência Reguladora de Transportes do Estado de São Paulo) e Sest/Senat, exames de saúde (teste de glicemia e aferição da pressão arterial) e brindes. 

Serviço:

COMUNIDADE NA VIA EM MATÃO – Citrosuco
Datas: 5, 8 e 9 de agosto
Horário: das 10h às 12h e das 14h às 16h
Local: Citrosuco, em Matão (Rua João Pessoa, 305, Centro)
Atividades: óculos que simulam embriaguez, exames de saúde e brindes

Agendamento. Empresas, escolas e outras instituições interessadas em ações de conscientização para o trânsito com os óculos de embriaguez devem contatar a AB Triângulo do Sol pelo número (16) 3383-6383.

Estatística
De 2011 a 2017, a frequência de adultos que admitem conduzir veículos motorizados após terem ingerido qualquer tipo de bebida alcóolica aumentou 16% em todo o país. No conjunto de 27 cidades, 6,7% da população adulta referiram conduzir veículo motorizado após consumo de bebida alcoólica. Os homens (11,7%) continuam assumindo mais essa infração do que as mulheres (2,5%).

As informações fazem parte da Pesquisa de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) realizada pelo Ministério da Saúde em todas as capitais brasileiras. O resultado reflete respostas de entrevistas realizadas de fevereiro a dezembro de 2017 com 53.034 pessoas maiores de 18 anos.

Legislação de trânsito
Atualmente, qualquer quantidade de álcool detectada no organismo do condutor constitui infração gravíssima. Conforme o disposto no Código de Trânsito Brasileiro (CTB), ao ser flagrado dirigindo sob o efeito de substância alcoólica, o condutor tem o documento de habilitação e o veículo imediatamente retidos até a apresentação de um condutor habilitado. São aplicadas ainda penalidades, como a suspensão do direito de dirigir por, no mínimo, 12 meses, e multa de R$ 2.934,70.

Caso o condutor seja flagrado dirigindo embriagado, pela segunda vez, dentro do período de um ano, as penalidades aplicadas tornam-se mais rígidas, ocorrendo a cassação do direito de dirigir e a cobrança em dobro do valor da multa (R$ 5.869,40).

Dirigir embriagado também pode ser considerado crime, em casos específicos. Ao serem verificados quantidade de álcool no organismo igual ou superior a 0,3 miligrama de álcool por litro de ar alveolar ou sinais que indiquem alteração da capacidade psicomotora, o condutor recebe detenção, além das penalidades administrativas. O período de detenção para quem comete crime de trânsito por dirigir embriagado pode variar de seis meses a três anos.